top of page

Que tal um RH estratégico? Saiba como implementar

O RH estratégico se tornou essencial para empresas que desejam otimizar processos e crescer.


Que tal um RH estratégico? Saiba como implementar
O RH voltado para as estratégias se preocupa em aprimorar essas rotinas e evoluir para os avanços do setor e da organização

A cada dia as empresas estão modernizando a maneira como realizam as suas atividades, e não é à toa que a tecnologia se faz cada vez mais presente. Até mesmo os setores mais conservadores passaram a substituir processos manuais por soluções tecnológicas, e um exemplo disso é o RH estratégico.


Hoje em dia, as funções direcionadas aos profissionais de recursos humanos mudaram e passaram a se voltar mais para os resultados, assim como as demais áreas das empresas, e a gestão da marca.


Você deve estar se perguntando como isso é possível? Afinal, por anos, o RH foi visto apenas como operacional e até burocrático. Mas é exatamente o papel do RH estratégico, e a sua importância, que você vai entender neste artigo, acompanhe:


O que é RH estratégico?

Se você está se perguntando o que é RH estratégico, saiba que ele é basicamente, o termo que se dá quando a área de Recursos Humanos utiliza dados reais para tomar decisões, otimiza processos e conta com a tecnologia como “ponto-chave”. Portanto, o RH estratégico é aquele que está focado no crescimento do negócio, indo além das suas atividades comuns do dia a dia.


O RH voltado para as estratégias não anula as suas rotinas ligadas ao recrutamento e seleção ou departamento pessoal. Pelo contrário, quando bem estruturada, essa área se preocupa em aprimorar essas rotinas e evoluir para os avanços do setor e da organização.


Para se ter uma ideia, empresas que aplicam essas práticas no RH têm desempenho 51% superior ao mercado, em média, segundo uma pesquisa veiculada na Harvard Business. Além disso, a busca por softwares de RH no mundo deve crescer 10,4% ao ano até 2030, segundo pesquisa da Grand View.


RH estratégico e RH tradicional: qual a diferença?

A principal diferença entre o RH estratégico e o RH tradicional está na forma como realizam as suas ações e em sua eficiência.


Enquanto a área tradicional foca nas atividades burocráticas, a estratégica prioriza os resultados de cada uma dessas atividades e o aperfeiçoamento delas. Veja alguns exemplos:


RH tradicional:

  • Utiliza planilhas e e-mails para grande parte dos processos;

  • Toma decisões baseadas em achismo;

  • Não possui processos seletivos organizados;

  • Realiza trâmites administrativos;

  • Gerencia as relações trabalhistas e legislativas;

  • Cuida dos processos de contratação, folha de pagamento, cálculos e comunicações internas;

  • Realiza a gestão de custos.


RH estratégico:

  • Cuida todas as atividades acima de maneira simplificada e moderna;

  • Aplica a tecnologia para evitar planilhas e e-mails;

  • Toma decisões baseadas em dados reais;

  • Organiza e padroniza os processos seletivos;

  • Usa a tecnologia para o recrutamento e seleção;

  • Tem o objetivo de melhorar a eficiência da área;

  • Possui um trabalho em conjunto para atender às necessidades de outras áreas;

  • Avalia a performance das equipes e contratações;

  • Gerencia e busca reduzir investimentos de forma inteligente.


Quais as vantagens do RH estratégico?

Ao adotar o gestão estratégica de RH a empresa dá um salto positivo em muitos quesitos, entre eles:


Aumento produtividade

Com a redução do tempo das atividades burocráticas, os profissionais de RH podem concentrar as suas energias em outras atividades. Dessa forma, passam a apresentar um desempenho e até uma qualidade maior nas entregas.


Redução de custos

Uma das principais vantagens de contar com a tecnologia nos processos é, sem dúvidas, a redução de custos. Isso porque, as atividades passam a tomar menos tempo e são realizadas com mais assertividade. Podemos usar como exemplo o recrutamento e seleção.


Contratações mais assertivas

Por meio dos softwares de recrutamento e seleção, que utilizam Inteligência Artificial para entender o perfil da vaga, é possível reduzir em até 80% o tempo de contratação e encontrar candidatos 100% alinhados ao perfil da empresa.


Redução do turnover

As contratações realizadas pelo RH estratégico são focadas em encontrar profissionais 100% alinhados ao Fit Cultural da empresa. Por isso, desde o primeiro contato são aplicados testes, entrevistas e dinâmicas que sejam significativas para os resultados do processo. Afinal, esse alinhamento ajuda a tornar os colaboradores mais engajados e reduzir o turnover.


Crescimento nos resultados

A partir de análises mais criteriosas e pautadas em dados, o RH pode tomar decisões que ajudem no desenvolvimento da empresa, seja na contratação de novos colaboradores, em promoções ou nos investimentos de Employer Branding.


Quais são as características de um RH estratégico?

Se você chegou aqui e está em dúvida até que ponto o RH é considerado somente operacional e quando passa a ser estratégico, veja a seguir os três fatores considerados pilares do RH voltado à estratégia:


Visão estratégica: o primeiro ponto para ser considerado RH estratégico é observar e conhecer a empresa. Para isso, é necessário entender o modelo de negócio, as dificuldades, as metas da área e claro, a cultura organizacional. Tudo isso afetará diretamente em como o RH entende e desenvolve o seu trabalho.


Análise de dados: os dados vieram para revolucionar os resultados do RH. Por isso, para ser estratégica a área precisa usá-los como aliados para a tomada de decisão e também como alavanca de mudanças na instituição.


Tecnologias atualizadas: é necessário enxergar cada vez mais as possibilidades de digitalização, automatização e outras facilidades. Um software de recrutamento e seleção, por exemplo, pode ser o pontapé inicial para entender como essas mudanças são importantes.


Planejamento estratégico de RH: por onde começar?

Para iniciar o planejamento estratégico de RH, alguns passos são indispensáveis, entre eles:


Entenda quais são os indicadores atuais

Comece avaliando quais são os atuais indicadores de desempenho e se eles têm sido eficientes para planejar os próximos passos da área. Portanto, se o seu RH não possui nenhum tipo de acompanhamento nesse sentido, não perca mais tempo e coloque em prática, pois eles são essenciais.


Alguns KPIs comuns em RH são:

  • Assiduidade no trabalho;

  • Turnover;

  • Eficiência operacional;

  • Custo por profissional;

  • Custo por contratação;

  • Satisfação dos colaboradores;

  • Tempo despendido nas tarefas;

  • Entre outros.


Defina metas

Qualquer gestão estratégica de RH sabe que as metas são fundamentais para acompanhar os objetivos da empresa. Por isso, defina o que o seu RH mais precisa melhorar nos próximos meses.


Defina metas alcançáveis, mas que também sejam capazes de ajudar na inovação do setor.


Melhore a tomada de decisões

Fatores subjetivos não devem ser a razão da tomada de decisão do RH estratégico. Os dados servem para gerar respostas e conduzir as decisões da área de forma mais clara.


Sendo assim, invista em People Analytics, que é uma estratégia que tem como objetivo unir e coletar os dados por meio de um software a fim de ajudar o Recursos Humanos. Esses dados coletados poderão ser usados tanto para encontrar novos talentos, como para mensurar o desempenho do RH, calcular o turnover ou planejar novas atividades.


Aprimore a cultura organizacional

Mesmo com toda a tecnologia presente, um dos papéis fundamentais do RH continua sendo ajudar ativamente na propagação da cultura e melhora do clima organizacional.


Não se esqueça que o seu público interno é que vai refletir todo o trabalho da empresa. Sendo assim, invista em construir ou melhorar a reputação da marca empregadora.


Essa pode não ser uma tarefa simples, mas acontece por meio de uma construção, onde cada bloco tem sua importância, como: treinamentos, alinhamentos da equipe, palestras, promoções, novos recursos, escuta ativa, entre outros. Afinal, o principal recurso de uma empresa de sucesso continua sendo as pessoas.


Agregue diversidade

Uma pesquisa da Harvard Business mostra que os conflitos são reduzidos em até 50% em organizações que investem em diversidade. Além disso, a criatividade e produtividade também são impactadas positivamente.


Promover a diversidade e inclusão ressalta os valores da sua marca e permite muitos outros ganhos, como você verá ao baixar o material abaixo.


Invista em tecnologia para R&S

O recrutamento e seleção costuma ser uma demanda que ocupa bastante tempo e recursos financeiros, impedindo o RH tradicional de se tornar um RH estratégico. Dessa forma, investir em tecnologia para otimizar essas etapas é um passo essencial.


A tecnologia vai ajudar a substituir as inúmeras trocas de e-mails, o armazenamento de currículos, a criação de dezenas de planilhas e a perda de informações, centralizando tudo em um só lugar de maneira eficiente.


É claro que a tecnologia não substitui a sensibilidade do fator humano, mas ela vai ajudar a tornar os seus processos muito mais ágeis e assertivos, desde a divulgação de uma vaga, até a triagem de currículos, entrevista e seleção.


Com PandaPé — utilizado pelo Grupo FX —, por exemplo, sua empresa pode implementar uma parte importante do RH estratégico, minimizando processos burocráticos e manuais, e agregando agilidade à área. Além disso, o gerenciamento do setor é impactado como um todo, uma vez que existe maior integração dos processos de forma simultânea e autonomia de controle para o recrutador.


FONTE: PandaPé

ANTUNES, Beatriz. RH estratégico: veja as vantagens e como implantar em sua empresa. PandaPé. São Paulo, 10 de jan. de 2022. Disponível em: <https://blog.pandape.com.br/rh-estrategico-veja-as-vantagens/>. Acesso em: 01 de jul. de 2022.


Agora que você aprendeu um pouco mais sobre o mercado de trabalho, que tal se juntar ao Grupo FX? Escolha uma das opções abaixo e faça parte da nossa história!

Commenti


bottom of page