top of page

Extrema o diamante bruto de Minas Gerais

O Sul de Minas Gerais é uma das regiões que mais se desenvolvem no país, talvez devido a sua posição estratégica, que favorece especialmente as operações logísticas, e é neste cenário que o Município de Extrema se destaca.


Extrema o diamante bruto de Minas Gerais
Com pouco mais 36.951 habitantes, Extrema precisa “importar” pessoas para suprir a demanda de mão de obra originada pelas dezenas de companhias que chegam a todo momento na cidade

Cenário

Imersa em uma região repleta de polos logísticos, Extrema além de ser cortada por uma das principais rodovias do país, a BR 381 Fernão Dias — com 562,1 km de extensão —, que liga Belo Horizonte a São Paulo, está a uma hora da capital paulista, quarenta minutos do Aeroporto de Guarulhos, duas horas e meia do Porto de Santos e a uma hora e trinta minutos do Aeroporto de Viracopos.


Somam-se a isto as infraestruturas modernas, os incentivos fiscais e as isenções que são chamarizes às grandes empresas, como vimos recentemente no nosso artigo “Gigantes chegam ao Sul de Minas e Região” e em uma matéria do G1, a qual enaltece a proporção que Extrema tem tomado. Segundo a reportagem, 48% dos armazéns logísticos de e-commerce instalados em Minas estão alocados no município, dentro os quais operam algumas das maiores empresas do Brasil.


No mês de maio, por exemplo, a gigante farmacêutica Genomma Lab inaugurou o seu novo centro de distribuição (CD) em Extrema, ratificando a cidade como um importante polo logístico no Sudeste do Brasil. E para se ter uma ideia do porte dos investimentos realizados na cidade, este novo CD tem 5.800 m² e permitirá a centralização dos estoques e a maior eficiência operacional da empresa.


Com pouco mais 36.951 habitantes, Extrema precisa “importar” pessoas para suprir a demanda de mão de obra originada pelas dezenas de companhias que chegam a todo momento na cidade. A exemplo, das 6,1 mil oportunidades de empregos abertas só no mês de maio no Sul de Minas Gerais, Extrema puxa a fila com 885 vagas, mais do dobro da segunda colocada, Poços de Caldas. Abaixo a lista das principais empregadoras da região:


  1. Extrema: 885

  2. Poços de Caldas: 396

  3. Varginha: 272

  4. Passos: 265

  5. Alfenas: 245

  6. Conceição do Rio Verde: 243

  7. Três Pontas: 236

  8. Muzambinho: 205

  9. Bom Sucesso: 205

  10. Boa Esperança: 201


O interessante desta lista é que alguns dos municípios listados são muito maiores que Extrema, tal qual Varginha e Poços de Caldas, com 136.602 e 169.839 habitantes, respectivamente.


Solução

Com tamanha necessidade de mão de obra, as consultorias de Recursos Humanos devem se modernizar e planejar para atendê-la com dinamismo e transparência. Neste sentido, o Grupo FX sai na frente com ferramental moderno — como o ATS PandaPé, que é integrado ao Infojobs e pertence ao gigante RedArbor — e parcerias estratégicas, como a Flash Benefícos e a MedNet, permitindo atender de forma integral, desde soluções em Recursos Humanos até Segurança e Medicina do trabalho. Clique aqui e descubra como o Grupo FX pode ajudar a sua empresa.


Se for compartilhar o nosso conteúdo, por favor, não deixe de citar a fonte, afinal, mais do que negócios, transformamos pessoas.


por Grupo FX


Agora que você aprendeu um pouco mais sobre o mercado de trabalho, que tal se juntar ao Grupo FX? Escolha uma das opções abaixo e faça parte da nossa história!

Comentários


bottom of page